O SINDUSCON-MS (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção do Estado de Mato Grosso do Sul) foi fundado em 29 de agosto do ano de 1989, em substituição ao Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Campo Grande. Conforme o Edital de Convocação, publicado no extinto Diário da Serra, em 25 de agosto de 1989, e no Diário Oficial, em 28 de agosto de 1989.

A fundação do SINDUSCON-MS teria os seguintes objetivos: a aglutinação das empresas do setor da construção em torno de um ideal ainda maior, que é a integração das empresas constituídas em todos os municípios do Estado. Durante a Assembléia Geral Pró-Fundação do SINDUSCON-MS, foi eleita para presidir o Sindicato, por aclamação de todos os presentes, a Chapa Integração, tendo como presidente o Engº Giancarlo Camillo, e como vice-presidentes o Engº Celso Roberto de Melo Spengler e o Engº Shinsuke Ono.

No dia 15 de setembro do mesmo ano, publicou-se no Diário Oficial o Extrato do Estatuto do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, o qual definia o SINDUSCON-MS como “uma entidade classista sem fins lucrativos, constituída para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal da categoria econômica da indústria da construção civil, engenharia de consultoria, montagens industriais e serviços correlatos”.

Nos biênios de 91/93 e 93/95, o SINDUSCON-MS mudou-se de sua antiga sede, na Rua Dom Aquino, nº1354, para a atual, localizada na Rua Spipe Calarge, nº 1479, adquirida durante a gestão do Engº Valdemir Barbosa Vasconcelos.

No ano 2000 foi batalhado e implantado por este sindicato o PBQP-H, Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade – Habitat, para atender às empresas filiadas que precisam se adequar aos parâmetros nacionais de qualidade. Desde então, 24 empresas já passaram pelo programa, recebendo ao final o certificado SIQ-Construtoras 2000, começando no nível D, passando pelo C, B, até atingir o nível A, respeitando um processo de conhecimento evolutivo.

Durante a gestão da diretoria eleita para o período 2002/2003 e reeleita para o período 2004/2006 presidida pelo Eng.º Alonso Resende do Nascimento, foi realizado uma reforma estatutária redefinindo a base territorial, que abrange todos os municípios do Estado, com exceção de Corumbá e Ladário, para englobar ao SINDUSCON-MS o SINTICOP, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada e Afins do Estado de Mato Grosso do Sul.

A reforma estatutária realizada por está gestão alterou também o período de duração do mandato, que passou a ter duração de três anos, constituindo-se um triênio. Foi durante a gestão 2004/2006 do engenheiro Alonso que o Sindicato passou a elaborar mensalmente o Boletim de Preços Unitários da Construção, para que as empresas do setor tenham parâmetros da realidade dos custos.

Com sede própria desde 1993, foi durante a gestão 2009/2012 presidida pelo Engenheiro Amarildo Miranda Melo, que a sede do Sinduscon-MS, ganhou cara nova. A reforma da sede foi realizada durante o segundo semestre de 2012, tendo a sua entrega e inauguração ocorrido no dia 14/12/2012 juntamente com a posse da nova diretoria que tinha como presidente reeleito o Eng. Amarildo.

Em 2015, após 26 anos de fundação, o SINDUSCON-MS conta com 96 associados efetivos, mais de 2.500 empresas filiadas, e uma extensa lista de parcerias, que integram a cadeia produtiva da construção. É de responsabilidade deste Sindicato celebrar as convenções coletivas de trabalho; demandar em dissídios coletivos de trabalho, promovendo todos os esforços possíveis para que haja conciliação; promover o aperfeiçoamento das técnicas de construção; incentivar o espírito de união e coleguismo de classe entre os associados.

 Ao longo destes 26 anos o Sinduscon-MS  juntamente com suas associadas acompanhou e contribuiu com as transformações sofridas pela sociedade sul mato-grossense, permanecendo convicto da importância  da cadeia produtiva da construção para economia do Estado de Mato Grosso do Sul.

Hoje, frente ao momento delicado que enfrentamos, o Sinduscon-MS trabalha em prol das suas associadas, buscando reforçar junto a sociedade o papel importante que a Indústria a Construção   possui, para que  a economia se desenvolva de forma firme e consistente. Não só como por ser um dos maiores empregadores em nível nacional, mas, principalmente, pelo setor da construção ser um indutor de mudanças responsável, realmente, pela construção de um Estado e um País maior e melhor.

Guia de Calçadas
Guia de Caladas
Érica e Compliance
rica e Compliance
Guia de compra responsável
Guia de compra responsvel
Guia de Elaboração de Manuais
Guia de Elaborao de Manuais